Categorias

O Piriri

PiririJá que a Luzi comentou sobre o passarinho no post anterior, vou avançar um pouco mais no assunto.

Não sei se é porque eu e a Luzi gostamos da natureza e de animais ou se é por pura coincidência, mas o Francisco já deixa claro, mesmo antes de nascer, que presta atenção nos bichos!

Explico: todos os dias, lá pelas 4hs da manhã (é isso mesmo que você leu… QUATRO horas da matina!!!!) tem um bendito dum passarinho que começa a cantar ( a impressão que dá é que é o responsável por acordar os demais ) e podemos ouvi-lo de nossa cama. Não… definitivamente não é a hora que eu ou a Luzi deveriamos acordar. Mas, o Francisco começa a se mexer, em resposta ao canto do passarinho, e acabamos acordando. Eu acordo às vezes, mas a Luzi, acorda sempre!

O cantar dele não é sempre o mesmo. Varia, mas dá para saber que é do mesmo passarinho. Começa fraquinho e vai aumentando, como se ele se aproximasse de nossa janela à medida em que o dia nasce. Embora tenha passado a maior parte de minha infância em uma chácara e conhecido os nomes de vários pássaros, não conseguimos saber ainda de qual pássaro é o canto que ouvimos.

Logo que a Luzi identificou que o Francisco se mexia com o cantar do nosso amigo, perguntei se ela sabia de qual passarinho estava falando. Ela disse que não. Então, perguntei como é que era o canto dele, e ela, muito mais precisa que o maestro do “qual é a nota?” do Silvio Santos, disse: “Ah… ele faz PIRIRI…”.

Fácil… muito fácil…não acham?!? Como nem a tropa de elite amparada pelos maiores videntes conseguiria identificar o animal cantor com esta SUPER descrição, achei por bem chamá-lo de PIRIRI dali por diante.

Algumas vezes, ao andar a pé ou de carro em nosso bairro, escutamos o Piriri. Quando dá, tentamos identificar de onde vem o canto para tentar ver como é o Piriri. Em uma destas vezes, logo que saímos do café da manhã de uma padoca de moema, num sábado, escutamos um Piriri cantando. Tive certeza de que o canto estava vindo da árvore do outro lado da rua. Fui conferir. Olhava daqui, olhava dali… ouvia o canto… ouvia outro canto… virava de lado… e… NADA! Lá se foram uns 5 minutos e nada de ver o Piriri.

Então, Francisco, quando for ler esta postagem sobre o passarinho que canta de manhã e que lhe agrada tanto, saiba que seu pai passou por poucas e boas para, depois de muito esforço, descobrir que o Piriri pode ficar INVISÍVEL!!!!!! ISSO MESMO!!!! INVISÍVEL!!! E que o único desenho que existe dele é este que coloquei no começo do blog.

Mesmo não sabendo como é sua cara, meu caro Piriri, pode continuar a alegrar nossas manhãs e dias com seu canto de celebração à vida, pois é isso que buscamos em nosso lar todos os dias, e é isso que a chegada do Francisco representa. Uma grande celebração!

6 comments to O Piriri

  • Francisco Junqueira

    Pessoal,

    Estudo pássaros brasileiros há vários anos (bem dizer a verdade, desde a infância), mas não me considero um grande ornitólogo. No entanto, nesta época e descrições realmente conferem com o Sabiá. Ele começa a cantar por volta das 4 mesmo, e normalmente o macho está a procura de uma fêmea para formar casal…

    Uma solução seria arrumar uma fêmea para ele logo! ahahahahah

    Abração!

    Francisco

  • Suzana

    Oi!
    Pois é o feliz cantor é provavelmente o sabiá…tenho uma laranjeira na minha casa e eles ja estão morando nela a algum tempo,onde se deliciam nas laranjas, é igualzinho ao da foto ai… o canto desse passaro é realmente muito lindo mesmo,o que tem aqui é meio timido também, já o vi varias vezes e até se banhando na agua do meu cachorro…rsrs, mas assim que me ve…some rapidinho como um ninja…de uns dias para cá acreditem acordei com o danadinho cantando a 1:30 da madrugada e depois as 3:00 e depois as 4:30 acho que ele esta pensando que é galo…rsr, acredito que seja um macho marcando territorio ou tentando atrair alguma fêmea. De qualquer forma me sinto privilegiada ao te-los morando em meu quintal e tambem muitos outros passarinhos que fazem a festa toda tarde na terra onde se esfregam…se chacoalham..e depois de se (limparem ) na terra, até brigam pra se banhar na agua que deixo pra eles e alguns mais ousadinhos na agua do cachorro mesmo…é isso ai vamos continuar a curtir esses cantores amavéis.

  • Marco

    Bom Renato, pelo fato de morarem no Moema, é bem provável que o Piriri, seja um Sabia, pois nessa época do ano (´fim do Inverno início da Primavera) essa epécie de passáro inicia sua temporada de acasalamentoe é comum o Sabiá macho cantar, muitas vezes na madrugada para atrair alguma fêmea…

    Pode ser também o Bem-te-vi, mas por se tratar da região do Moema a predominancia do Sabia é maior!

    E o fato de você não conseguir vê-lo, é que o Sabia não gosta muito de gente; quando alguém se aproxima vai logo voando.

    Bom espero ter ajudado a solucionar o caso do “Piriri”!

    • Renato Carvalho

      Olá Marco,
      sabe que você pode estar certo?!?!? Sabemos aqui que não é o Bem-te-vi pois conhecemos seu canto. Mas bem que pode ser o Sabiá!
      Não recrimino o Sabiá nenhum pouco por não gostar de gente… tenho cá minhas preferências e muitas vezes prefiro manter uma certa distância de seres humanos… mas que este Piriri que canta aqui perto é invisivel, isto ele é!!!!
      Muito obrigado por ajudar na investigação. Vamos até atrás de uns sabiás para ouvir o canto e ver se bate com nosso Piriri.
      Curta o blog e, se tiver outras dicas sobre o Piriri, avise-nos.

      Grande abraço!

  • Patricia

    Hahahaha!
    Com a foto acima ficou muito mais fácil identificar que pássaro é o “Piriri”!

    Quando eu era criança “Piriri” era outro coisa… rs!