Categorias

Bonitinha… mas para quem é mesmo?

Quinta-feira passada, dia 5, cheguei em casa, cansado do dia cheio de reuniões no trabalho, abri a porta e a Luzi já veio me abraçar toda perfurmada e alegre, como faz todos os dias.

Assim que a recepção terminou, mal tive tempo de me livrar do celular, documentos, chaves e carteira que carrego nos bolsos da calça e a Luzi, do quarto, dizia:

– Re, vem ver uma coisa!

– Já vou.

– Vem ver o que você acha da roupinha.

Lá estava ela, sentada na cama, mostrando um macacaozinho de neném.

– Olha que macacaozinho lindo que eu comprei para o bebê que a gente ainda não sabe o que é!

Peguei o macacaozinho com as mãos para sentir o tecido. Bem macio! Mas para quem será que era aquilo? Cor neutra, entre verde e marrom. Tem várias amigas dela grávidas. O João, da Taís e do Marcos, já sabemos que é ‘macho’ e já demos roupinha para eles no chá de bebê. A Sandrinha ainda não sabe, mas a Luzi JÁ SABE, que vai dar à luz uma menina, a Laurinha. Então… de qual bebê ela  estava se referindo e que ainda não sabemos o que é?!?

Foi então que, num relance, as fichas caíram! Foram 5 meses de expectativa para ‘engravidarmos’. Parecia até que levei o mesmo tempo para entender o que estava acontecendo. Era o nosso bebê!!!!  Claro!!! Francisco ou Clara estão a caminho!!!! Que alegria!

Este blog é dedicado à história desta gravidez, deste período abençoado em que preparamos a vinda de outro ser para nosso mundo.

6 comments to Bonitinha… mas para quem é mesmo?

  • Sergio Brandão

    Renato e Luzi,

    Parabéns pelo Franciscão. Parabéns pela história de vcs. Desejo em meu nome e de minha família muitas felicidades para vocês. Pax e Bonum.

  • Paula R Campos Alves

    Estou muito emocionada com o seu vídeo, seu relato.
    Tanto que vou de dizer uma coisa: a coisa que mais reconforta um coração é perceber que existe um “outro” que seja a maior prova de que o amor é a força mais verdadeira que podemos experimentar enquanto humanos.
    Receber um bebê nesse planeta é uma tarefa linda, mas de muita responsabilidade. Infelizmente, estamos lidando com isso também como se fosse um processo industrial. Não é industrial e nunca nenhuma técnica médica vai poder alcançar, descrever, conceituar, o acontecimento de um nascimento. Ultrapassa toda a nossa capacidade de compreensão e, talvez, por isso mesmo, queiramos tanto marcar hora e data, trazer para o nosso controle. Não é possível. E aqui quero te parabenizar por mostrar que essa chegada é um ritual para os iniciados na arte do amor maior!
    Belo parto!
    Um grande abraço. Paula

  • Luzinete e Renato,
    Toda alegria,
    toda Paz e Amor com a chegada do Digno Francisco.
    Beijos, tambem para Francisco!

  • carol rodarte

    Lindo! me emocionei com a historia de vcs.

    felicidades sempre

  • Marcos Razuk

    Aeeeeeee!!!!
    Quanta felicidade! Parabéns!!!!!
    =)

    Vou acompanhando virtualmente agora, até saber se vai ser Francisco ou Clara!
    Graaande abraço!

  • Paty

    Adorei…Parabéns…