Categorias

(Poucos) Medos e (Muitos) Sonhos

Parece que passei minha vida inteira me preparando para o momento em que seria mãe de alguém, e quando isso aconteceu eu percebei que tudo era ainda mais intenso e lindo do que jamais imaginei.

Tudo mudou, em mim e ao meu redor, deixei de ser a mesma para me tornar uma versão melhor de mim, pois passei a ser a mãe do Francisco. Renato mudou para mim, pois deixou de ser apenas meu companheiro e passou a ser também o pai do Francisco, e na verdade o mundo mudou, pois passou a ser o Mundo onde meu filho Francisco vive…

A despeito de tantas coisas negativas que ocorrem todos os dias, realmente acreditamos que este é um lugar muito bonito para se viver (eu não teria dito isso ao Francisco no momento que ele nasceu se eu não acreditasse de verdade).

Depois que ele nasceu tudo se tornou uma versão melhorada, mais bela, mais intensa, mais viva, cheia de esperanças, de desejos, de vontades…

E frequentemente nós pais somos questionados sobre quais são nosso medos e sonhos em relação aos filhos, para isso tenho um princípio de resposta, sim, princípio porque afinal, o mundo além de estar sendo inaugurado a cada dia também está sempre crescendo, aumentando, mudando:

Acho que os nossos medos são em relação a violência que existe no mundo a nossa volta!!

Temos medo da falta de harmonia na qual as pessoas vivem, e por isso agridem o próximo, a Natureza, e a si mesmas!!

Criamos o Francisco com carinho, paciência, dedicação, doação, mas sabemos que infelizmente nem todas as crianças são criadas assim!!

Lamentamos que outros bebês sejam cuidados sem serem amamentados, com restrições para receberem colo e carinho, muitas vezes até são agredidos tanto verbal quanto moralmente!! Acho que muitas vezes até um cachorrinho de estimação tem mais acesso a colo e carinho do que bebês que tantas pessoas acham que devem ficar quietinhos em seus berços, carrinhos, cercadinhos para não ficarem “mal acostumados”!

E não que os cachorrinhos que pulam nos colos de seus donos reclamando atenção não devem tê-la, o que quero dizer é que os bebês deveriam ter muito mais do que muitas vezes lhes é concedido!!

Por trás de um misantropo, um sociopata, ou até mesmo um psicopata sempre tem uma história de abandono e agressão que muitas vezes só aparece quando uma tragédia já foi o resultado disto tudo.

Sempre oramos muito pelo nosso filho, pelos filhos das pessoas que sabemos que dedicam carinho e amor aos seus, e oramos por todas as crianças que sofrem de qualquer tipo de privação, seja ela física, moral ou espiritual!

E claro que temos sonhos e desejos em relação ao Francisco, quais pais não os tem??

Nossos sonhos para o Francisco não estão baseados em expectativas quanto a qual profissão seguirá, onde irá viver ou coisas assim!!

Sonhamos que ele viaje muito, se desejar, que conheça outros lugares, pessoas e culturas, que seja rico em conhecimento prático!

Sonhamos que ele saiba respeitar a Natureza, e que tenha Fé em “Algo” superior que o conforte e dê forças!!

Sonhamos que cresça saudável física e mentalmente!!

Sonhamos que seja educado, caridoso, alegre, divertido! Sonhamos que ele cresça generoso, consciente de suas escolhas e de seu papel no mundo, que seja uma presença positiva onde estiver!!

Sonhamos que ele se dedique com verdade, esforço e alegria a tudo que decidir fazer em sua vida!

Sonhamos poder ajudá-lo financeiramente quando isso for necessário para que realize algum desejo!!

Sonhamos que ele nunca se sinta preso a nós, mas que sinta que estaremos sempre ligados mesmo que a distância física seja imensa!!

Sonhamos que ele não se sinta em nenhum débito ou obrigação para conosco, mas que sempre que desejar, possa estar de volta ao nosso Lar!! Que este Lar que estamos construíndo juntos seja sempre uma referência de carinho, apoio, consolo, alegria, alívio e segurança!!

Sonhamos que ele seja corajoso o bastante para conseguir seguir seus próprios sonhos!!

E esteja onde estiver, passe o tempo que passar, Renato e eu seremos sempre os companheiros um do outro, e o Francisco será sempre o nosso Raio de Sol…

1 comment to (Poucos) Medos e (Muitos) Sonhos

  • Olá!!! Vcs voltam a escrever, eu volto a comentar! =)

    Vcs são 3 almas preciosas, o jeito como vcs se relacionam é inspiradora! Parabéns!

    Também tenho muito medo da violência que invade o nosso planeta, nossa vida… como é triste. Será que podemos ajudar um pouquinho esse mundo?

    Beijos no coração!